#Crescer e Aprender

Brincadeiras para fazer durante o banho

A hora do banho também é hora de brincar, aprender e estimular o desenvolvimento do seu filho

A rotina do bebê e da criança pequena está cheia de oportunidades divertidas e de aprendizado. O banho é um ótimo momento para interagir com o pequeno, conectar-se com sua linguagem corporal e estimular seu aprendizado.

Nele, além de garantir a higiene, há uma oportunidade de descoberta. Nos primeiros meses do bebê, apenas a sensação da água em seu corpinho é suficiente para saciar sua curiosidade. Mas conforme se desenvolve e toma consciência de si mesmo, sua vontade de explorar e aprender também cresce.

Por isso, na hora do banho, você pode propor algumas brincadeiras educativas. O lado positivo é que não há uma grande necessidade por brinquedos específicos. Os próprios objetos usados para a higiene, assim como alguns brinquedinhos de plásticos ou livrinhos próprios, já são suficientes.

Brincadeiras educativas durante o banho

Nomeando partes do corpo

A brincadeira não exige brinquedos: converse com ele, nomeie suas ações e as partes do corpo. Pode ser boa oportunidade para que o pequeno aprenda onde fica o joelho, onde ficam as orelhas e o nariz, por exemplo. Contar histórias ou cantar musiquinhas para que a criança se divirta também é oportunidade para estimular o desenvolvimento da linguagem durante o banho.

Afunda ou flutua?

Outra proposta interessante de brincadeira consiste em reunir vários objetos que você tem em casa e que não apresentem perigo. Coloque-os na água para observar se afundam ou flutuam. Além disso, nomeie e descreva cada um deles, para que o pequeno aprenda sobre os nomes, formas e entenda se é pesado ou leve.

Atenção e comunicação

Há muitas coisas que você pode fazer durante o banho para chamar a atenção do seu bebê e até mantê-lo concentrado, como soprar bolhas, salpicar a água ou usar brinquedos multisensoriais. Repita a atividade algumas vezes e, além disso, tente revezar com o seu filho: deixe que ele olhe para você indicando que deseja que uma brincadeira seja repetida.

Rotina

O banho também pode ensinar à criança sobre rotina. Além de garantir que a atividade ocorra todos os dias, mais ou menos no mesmo horário, você pode narrar as ações para o pequeno: “primeiro, agora, depois…”. Quando o seu filho se familiarizar com as etapas, peça que as dite ou repita.

Brincadeiras criativas

A criança adora brincar de faz de conta. Que tal estimular a sua criatividade encorajando brincadeiras criativas? Um simples copo de plástico pode ser o suficiente para criar uma história sobre um barco ou submarino. Converse com o pequeno sobre a historinha que está criando.

Livros de banho

Há livros de plástico feitos para a hora do banho. Geralmente, eles são bastante molinhos, coloridos e cheios de figuras. Podem conter, também, histórias sobre personagens que apreciam. Deixe que a criança os manuseie para que tenha um primeiro contato com a leitura, mesmo que ainda falte muito para aprender a ler.

Banho em segurança

Para que o banho seja ainda mais divertido, é preciso cuidar da segurança. Em primeiro lugar, nunca deixe o seu filho sem supervisão na banheira. Além disso, deixe tudo preparado com antecedência: toalhas, roupas limpas, brinquedos e fraldas. Fique ao alcance do pequeno sempre e não deixe que irmãos mais velhos os supervisione, pois eles podem não reconhecer quando o menor está em perigo.

Ignore todas as distrações que possam desviar a sua atenção, como celular ou a campainha. Quando não puder se dedicar inteiramente a esse momento, adie o banho até que outro adulto esteja por perto para ajudar.

Por fim, para evitar acidentes, encha a banheira com água apenas até o umbigo da criança e se certifique de que a temperatura está adequada. Desligue da tomada celulares e outros aparelhos e não deixe ao alcance vidros com remédios ou outras substâncias.

Bibliografia: Speech Science (“Playing With Purpose: Bath Time”), The Royal’s Children Hospital Melbourne (“Safety: Bath Time”), Naire et Grandir – Fondation Lucie et André Chagnon (“Jouer dans le bain”)