#Crescer e Aprender

Chegada do irmãozinho: como preparar o mais velho

A chegada do irmãozinho é motivo de alegria, mas também pode gerar ansiedade nos pais e um pouco de ciúmes no mais velho

Trazer um bebê para casa é um pouco diferente na segunda vez, quando outro pequenino já é o dono do espaço há mais tempo. Com o primeiro filho, ficamos preocupados em aprender a cuidar de uma criança. Já com o segundo, a grande dúvida é como conciliar as necessidades do mais velho com as do pequenino.

Durante a segunda gravidez, podemos temer pelo primeiro filho e sentir medo de que sofra no processo. Será que vai se sentir deixado de lado? Vai sentir ciúmes? Estarei pronta para dar bastante colo ao primogênito nos primeiros dias após o parto? Será que os dois vão se dar bem?

Todos esses questionamentos são perfeitamente normais, mas ganhar um irmãozinho é um presente na vida de qualquer criança. Com um pouco de paciência, tudo se ajeita.

Como preparar seu filho para a chegada do irmãozinho

Ainda durante a gestação, comece a conversar com o seu filho mais velho sobre a chegada do irmão. Explique que há outro bebezinho na sua barriga e que em breve ele irá morar na sua casa. Diga que, no início, ele irá chorar, dormir e mamar na maior parte do tempo. Mas quando ficar maior, os dois poderão brincar juntos.

Se os irmãos forem dividir o quarto, faça as mudanças necessárias antes do mais novo nascer. Assim, você dará ao mais velho a chance de se acostumar ao novo espaço e à chegada do bebê. Boa ideia é perguntar se ele deseja ajudar na arrumação, para transformar aquele momento em algo divertido e positivo. O pequeno também pode participar da compra de roupinhas e outros objetos.

Ao longo da gestação, também providencie os cuidados do seu filho mais velho durante seu tempo na maternidade. Deixe que o pequeno saiba que você irá se ausentar por alguns dias, mas que logo estará de volta.

Para ajudar o bebê a entender o que significa ter um irmão, invista na leitura de livros infantis sobre o assunto. Em “Um bebê vem aí”, da Editora Paz e Terra, o mais novo ainda está na barriga da mãe, que envolve seu outro filho na espera e conversa com ele sobre como o pequeno será, que nome terá e assim por diante.

Como apresentar o irmão mais velho ao novo bebê

Seu filho provavelmente poderá visitar o novo irmãozinho na maternidade. Combine, então, a visita com algum parente. Boa ideia é revezar o colo com o seu parceiro, familiar ou amigo: enquanto outra pessoa segura o recém-nascido, você dá colo para mais novo e vice-versa. O ideal, no entanto, é manter o momento um pouco mais íntimo para que o seu filho se sinta confortável para interagir com o novo bebê.

Trazendo o novo bebê para casa

O filho mais velho pode ser incluído nas atividades diárias que envolvem o irmãozinho, para que não se sinta deixado de fora. Muitas crianças, inclusive, desejam participar desses cuidados. É importante cuidar para que acidentes não ocorram, mas com supervisão e carinho, é possível permitir que a criança participe da troca de fraldas ou do banho, por exemplo. O importante é garantir que o pequeno se sinta incluído e mostrar a ele que você também deseja passar tempo ao seu lado. Por isso, não deixe de reservar algumas atividades apenas ao primogênito, como ler um livro ou ouvir música.

Também pode ocorrer de o mais velho não apresentar interesse pelo mais novo a princípio. Se esse for o caso, não se preocupe. Aos pouquinhos, irá se aproximar do pequenino.

Bibliografia: Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal (“4 livros para preparar a chegada de um irmãozinho”), American Academy of Pediatrics (“Preparing Your Family for a New Baby”), Mayo Clinic (“New sibling: preparing your older child”)


Outras Receitinhas